Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

"Thialf", o maior navio grua do mundo

© Copyright desenho: Paulo Sousa, S. Miguel.
© Copyright fotos: António Simas, S. Miguel (Arquivo)
O "THIALF", é o maior navio grua semi-submersível do mundo, tendo uma capacidade de elevação (em tandem), pelas suas duas  gruas principais de 14 200 M/Tons, podendo elevar uma carga até 95 metros acima do deck e baixar uma carga até uma profundidade de 460 mts no raio mínimo das gruas. Este poderoso e fantástico navio grua, pertence à HEEREMA MARINE CONTRACTORS (que possui mais navios deste tipo), tendo sido construído para a MCDERMOTT, em 1985 como DB-102,  nos estaleiros Mitsui Engineering & Shipbuilding, e adquirida pela Heerema Marine Contractors em 1997.Como outros navios deste tipo está equipada com um sistema de posicionamento dinâmico Class III, que inclui 6 thrusters de 5 500 KW, em águas menos profundas poderá usar o seu sistema de ancoragem que inclui 12 ancoras de 22,5 tons cada, e para bombar  lastro possui um sistema com uma capacidade de  20 800 metros cúbicos por hora.
Em termos de acomodação fica-se pelas 685 pessoas, dispõe também de um heliporto com capacidade para operar um helicoptero Boeing 234 Chinook.
Junto a algumas fotografias da passagem por Ponta Delgada a 29 de março, um excelente desenho da autoria do Amigo, Paulo Sousa.
Dimensões: Comprimento 206,6 metros; Boca: 83,4 metros; Calado: 11,5 a 31, 16 metros.
Fontes: Heerema Marine Contractors; Wikipédia.



N/M "Ponta da Barca", no porto Pipas



© Copyright fotos: João Bettencourt Mendonça, Terceira.
Algumas fotos da autoria do Amigo, João Mendonça, relativas à presença do N/M "Ponta da Barca", no porto das Pipas em Angra do Heroísmo, no dia 19 de Outubro . De vez enquanto, lá aparece uns navios em Angra, fazendo lembrar o passado deste porto, resta saber que futuro se avizinha para esta infraestrutura portuária.


domingo, 19 de Outubro de 2014

Patrulha oceânico, "Figueira da Foz", embateu no fundo à saída de Viana do Castelo

© Copyright foto e texto: Marinha Portuguesa.
O patrulha oceânico Figueira da Foz enquanto manobrava para transbordo de pessoal bateu no fundo. Tendo ficado imobilizado e sem propulsão, foi conduzido por rebocadores para a doca seca dos estaleiros navais de Viana do Castelo, tendo entrado ainda ontem à noite. O esgotamento da doca trouxe consigo hoje pela manhã a evidência de danos materiais a nível dos hélices, veios e lemes. Chegará ainda hoje ao local uma equipa de análise e avaliação que apurará as causas do acidente. Esta equipa é constituída por técnicos altamente especializados, que inclui elementos do Instituto Hidrográfico que analisarão a zona do fundo no local do acidente.
A Marinha será célere na análise e apuramento de eventuais responsabilidades.

"Celebrity Infinity", em Ponta Delgada


Registos fotográficos da autoria do nosso Amigo António Simas, relativos à escala em Ponta Delgada do navio de cruzeiros "Celebrity Infinity", no dia 17 de Outubro de 2014.
Nome: CELEBRITY INFINITY.
Tipo: Passageiros/Cruzeiro.
IMO: 9189421.
Indicativo: 9HJD9.
MMSI: 249048000.
Bandeira: Malta.
Porto de Registo: Valletta.
Matricula: 9189421.
Operadores: Celebrity Cruises Inc.- Miami, Florida, EUA.
Classe: Lloyd's Register.
Ano de Construção: 2001.
Data de Entrada ao Activo: 23/02/2001.
Estaleiro: Chantiers de l'Atlantique- St-Nazaire, Franca. Casco#S31.
Comprimento Fora a Fora: 294,00 metros.
Comprimento entre Perpendiculares: 262,93 metros.
Boca Máxima: 32,30 metros.
Pontal: 10,60 metros.
Calado: 8,30 metros.
Deslocamento: 47,543 toneladas.
Arqueação Bruta: 90,940 toneladas.
Arqueação Liquida: 53,635 toneladas.
Porte Bruto: 11,778 toneladas.
Numero de Convés: 12. Numero de Cabines: 975. Numero de Camas: 2,450. Numero de Tripulantes: 999.
Potencia de Maquinas: 71,242 kW (96,860 hp), 3,600 rpm & 1,800 rpm. 2 helices Azimuth, 151,00 rpm.
Velocidade de Serviço: 24,00 nos.
Potencia de Maquina Auxiliar: 1,312 kw.
Numero de Caldeiras: 3.
Potencia de Thrusters: 7,050 kw (9,585 bhp).
Nome Anterior: Infinity (2001-2007).
 Pesquisa de dados técnicos: Paulo Peixoto, Boston, EUA.

sexta-feira, 17 de Outubro de 2014

N/M "Furnas", partindo de Santa Maria embalado pelas ondas




 N/M "Furnas", da Mutualista Açoreana, fotografado por, Mário Silva, partindo hoje do porto de Vila do Porto, ilha de Santa Maria, rumo a Ponta Delgada, embalado pelas ondas.
© Copyright fotos: Mário Silva, Santa Maria.



Resgate de dois tripulantes do veleiro "CHILOM"

 Imagens do resgate de dois tripulantes do veleiro "CHILOM" a 110 km a Oeste da ilha das Flores realizado pela Esquadra 751. O resgate foi realizado em condições meteorológicas muito adversas.
© Vídeo e texto: Canal Esquadra 751.

Chegada do N/M "Ponta do Sol", ao porto da Graciosa (Vídeo)


Um pequeno vídeo realizado aquando da chegada ao porto da Graciosa do N/M "Ponta do Sol", no dia 15 de Outubro de 2014. Esta escala da Boxlines, não se afigurava como fácil em virtude das condições meteorológicas adversas nomeadamente a ondulação existente no interior do porto. Felizmente Comandante e Pilotos conseguiram que a operação se efectuasse!

terça-feira, 14 de Outubro de 2014

Navio de Cruzeiros, "BALMORAL" de regresso ao Porto da Praia da Vitória





 © Copyright texto e fotos: Cte. Rui Carvalho, Praia da Vitória.
Regressa um ano e 5 meses depois da sua estreia no porto da Praia da Vitória (ver aqui), mas infelizmente com um dia mais chuvoso. A generalidade dos seus 509 passageiros pode visitar as duas cidades da ilha e apreciar algumas das suas paisagens mais impressionantes. Infelizmente devido ao mau tempo cancelou a sua ida á cidade da Horta.
Nome: BALMORAL.
IMO: 8506294.
Indicativo: C6II4.
MMSI: 308785000.
Bandeira: Bahamas.
Porto de Registo: Nassau.
Matrícula: 715948.
Dono: Fred Olsen & Co.- Oslo, Noruega.
Operadores: Fred Olsen Cruise Lines, Ltd.- Ipswich, Inglaterra, Reino Unido.
Classe: Bureau Veritas.
Ano de Construção: 1988.
Data de Entrada ao Activo: 08/06/1988.
Estaleiro: Josef L. Meyer GmbH & Co.- Papenburgo, Alemanha. Casco#616.
Comprimento Fora a Fora: 217,91 metros.
Comprimento entre Perpendiculares: 186,01 metros.
Boca Máxima: 32,30 metros.
Pontal: 15,22 metros.
Calado: 7,25 metros.
Arqueação Bruta: 43,537 toneladas.
Arqueacão Liquida: 19,985 toneladas.
Porte Bruto: 5,186 toneladas
Número de Convés: 10.
Número de Cabines: 738.
Número de Camas: 1,400.
Número de Tripulantes: 500.
Potência de Máquinas Principais: 21,300 kw (28,960 hp), 1,120 rpm. 2 hélices CP, 130,00 rpm.
Velocidade de Serviço: 22,50 nos.
Potência de Geradores Auxiliares: 10,000 kw.
Número de Thrusters: 2.
Nomes Anteriores: Crown Odyssey (1988-1996), Norwegian Crown (1996-2000), Crown Odyssey (2000-2003), e Norwegian Crown (2003-2008).
Pesquisa de dados técnicos: Paulo Peixoto, Boston, EUA

segunda-feira, 13 de Outubro de 2014

N/M "SUNERGON" na Praia da Vitória



 © Copyright texto e fotos: Cte. Rui Carvalho, Praia da Vitória, Terceira.

Não fora a apurada atenção e justificada preocupação mundial acerca do perigoso vírus hemorrágico Ébola, e este pequeno navio não seria por cá estória do dia, pois as suas 2005 toneladas de bagaço de algodão embarcadas no Togo, colocam-no no epicentro de fogo da doença de que todos falam. Felizmente o Togo não consta da lista negra da região do Golfo da Guiné, e cumpridas as formalidades de despiste pelos serviços de sanidade no navio, este pode iniciar com a máxima normalidade e segurança a sua descarga para o recebedor TERCEIRENSE RAÇÕES. Seguirá para Lisboa de seguida, procurando novo frete por certo.

Nome: SUNERGON.
Tipo: Carga Geral.
IMO: 9362580.
Indicativo: PHDF.
MMSI: 246374000.
Bandeira: Holanda.
Porto de Registo: Nijkerk.
Matricula: 44312.
Donos e Operadores: Sunergon Shipping CV- Nijkerk, Holanda.
Classe: Lloyd's Register.
Ano de Construção: 2006.
Estaleiros: Cherepovetskiy Sudostroitelnyy I Srz (Casco)- Chereprovets, Rússia.
                  Instalho BV (Resto da Embarcação)- Werkendam, Holanda. Casco#2004/001.
Comprimento Fora a Fora: 88,65 metros.
Boca Máxima: 12,75 metros.
Calado: 5,00 metros.
Arqueação Bruta: 2,241 toneladas.
Arqueação Líquida: 1,077 toneladas.
Porte Bruto: 3,121 toneladas.
Gruas: 1X 30,00 toneladas.
Potência de Máquina: 1,440 kW (1,958 hp), 1,000 rpm. 1 hélice FP, 200,00 rpm.
Velocidade Máxima: 11,50 nos.
Potência de Máquinas Auxiliares: 359,00 kw.
Número de Caldeiras: 1.
Potência de Geradores Auxiliares: 567,00 kw.
Potência de Thruster: 200,00 kW (272,00 bhp).
Pesquisa de dados técnicos: Paulo Peixoto, Boston.

domingo, 12 de Outubro de 2014

Espectacular Timelapse, realizado na Estação McMurdo, na Antárctida

© Copyright foto: Wikipédia/Gaelen Marsden.
Imagem: Wikipédia
Fonte: Marine Inside.
A Estação McMurdo é um centro de pesquisa dos EUA na, Antárctida localizada na ponta sul da ilha de Ross,  é operada pelos Estados Unidos através do Programa Antárctico, um ramo da National Science Foundation. A estação é a maior comunidade na Antárctida, capaz de alojar até 1.258 habitantes, e serve como a instalação cientifica dos Estados Unidos na Antárctida. Todo o pessoal e carga indo ou vindo de Amundsen-Scott South Pole Station primeiro tem de passar McMurdo.
O fantástico vídeo em Timelapse, que demonstra uma espectacular operação de descarga, foi realizado na estação McMurdo por, Anthony Powell.

sábado, 11 de Outubro de 2014

TMG, Lda, alteram a escala na Graciosa

© Copyright fotos: MM Bettencourt, Graciosa.
Nova alteração relativamente ao dia da escala dos TMG-Transportes Marítimos Graciosenses Lda., no porto da Graciosa. Recentemente fazia referência  que o dia previsto seria a 5ª-feira, contudo  tal foi novamente alterado passando a única escala semanal para a 6ª-feira.

Graciólica "ameaça" escalas do N/T "Chem Daisy"




© Copyright fotos: MM Bettencourt, Graciosa.
Fonte: GACS/Younicos.
Aquando da última visita estatutária do Governo Regional dos Açores à ilha Graciosa em Abril, foi atribuido um incentivo financeiro no âmbito do SIDER, Subsistema de Apoio ao Desenvolvimento Estratégico, no valor de cinco milhões de euros, sob a forma de incentivo não reembolsável, e de 2,9 milhões de euros, como empréstimo reembolsável, à empresa Graciólica, Lda., que prevê realizar um investimento de 25 milhões de euros na ilha Graciosa. Quanto à constituição da Graciólica, deduzo que esta seja uma empresa com participação da alemã Younicos (VER AQUI) e da EDA (AQUI)
Este projeto de investimento prevê a construção de um parque eólico com capacidade para produzir 5,4 MWp, de um parque fotovoltaico com capacidade para produzir 1 MWp e, para armazenar a energia produzida, uma central de baterias que permita o armazenamento de 2,7 MW/10MWh. 
A realização deste investimento permitirá que 65% da energia consumida na ilha Graciosa seja proveniente de fontes renováveis. Tendo em conta que o maior consumidor da ilha é a, EDA-Empresa de Electricidade dos Açores, será fácil de prever que as escalas do N/T "Chem Daisy", sofrerão uma acentuada redução, até porque actualmente 100% energia eléctrica é produzida na central termoeléctrica, uma vez que foi  desactivado o parque eólico da ilha.
Espero dentro do possível ir acompanhando esta "revolução" energética que irá decorrer na ilha.


quinta-feira, 9 de Outubro de 2014

N/D "Ilhéu da Mina", no porto da Graciosa


 © Copyright fotos: MM Bettencourt, Graciosa.

Algumas fotos  obtidas hoje que relativas à  5ª  escala do ano do navio draga, "Ilhéu da Mina", no porto da Graciosa. Esta draga é propriedade da empresa, Açores Madeira-Sociedade de Extracção e Comércio de Areia dos Açores Lda. 
Dados técnicos:
Nome: Ilhéu da Mina
Nº IMO: 7533288
Tipo: Draga
Ind. chamada: CSXM9
MMSI: 204 670 340
Bandeira: Portuguesa
Porto de registo: Angra do Heroísmo
Operador: Açores Madeira, Lda
TAB/TAL: 906/518 Tons
DWT: 1373 tons
Ano de cosntrução: 1977
Estaleiro: Buys Scheepsbouw BV, casco 31
Comprimento: 62,95 mts
Boca: 9.9 mts
Calado: 3,6 mts
Nomes anteriores: Riosal, River Herald, Bandettie, Sirenitas.