Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

sábado, 15 de janeiro de 2011

Ulstein Group 5 anos de design XBOW


No estaleiro Norueguês onde nasceu o nosso pequeno "Ponta da Barca", casco nº 46 do Ulstein Verft, nascem agora diferentes navios com o inovador Design XBOW, um estaleiro que aposta na inovação e numa maneira diferente de relacionamento com a sociedade, como é o caso do apoio ás Aldeias Crianças S.O.S, ou simplesmente o seu relacionamento com os seus colaboradores, atribuindo bónus pela sua produtividade. Parece-me que para além do famoso bacalhau, devíamos importar algo mais da Noruega.
O design X-BOW ®  foi aplicado a diferentes tipos de navios, e estão trabalhando em todos os mares e em todas as condições meteorológicas.
O capitão do navio sísmico "Oceanic Vega ' refere:" Na viagem da Noruega para os Estados Unidos, enfrentamos o furacão tropical "Igor", as ondas eram 8-9 metros, e navegamos com 12 nós de velocidade, sem nenhum problema. Foi uma experiência muito positiva ", diz ele.
O capitão do navio de construção offshore 'Viking Poseidon' diz que só teve experiências positivas com o X-Bow ®. "Os movimentos são mais suaves do que os navios com um arco convencional".
O capitão do navio sísmico 'WG Magalhães diz que em uma ocasião, eles trabalharam lado a lado com um navio com um arco convencional. Devido ao mar agitado, o navio convencional estava  movendo-se tanto que nenhum helicóptero foi capaz de pousar sobre ele, enquanto que o helicóptero conseguiu pousar no X-BOW ®. Nesta situação de trabalho, o capitão estimou os movimentos de seu navio em 20% menor do que em outra embarcação.
O segundo oficial, da embarcação sísmica "Polarcus Naila"  referiu os movimentos suaves: "Eu amo o X-BOW ®! Nós podemos facilmente sentir os efeitos positivos em más condições meteorológicas. O navio está se comportando muito melhor, e nós podemos mais facilmente manter a velocidade. E eu consegui dormir facilmente, mesmo em más condições meteorológicas ".
"O design X-BOW ®  já foi testado ao longo do tempo em vários tipos de navios, e estamos muito satisfeitos por todo o feedback positivo dos usuários", comenta o CEO, Gunvor da  Ulstein Grupo.
FACTOS SOBRE Ulstein X-BOW ®:
A curva inclinada para trás, foi lançada em 2005. Em 2006, o primeiro X-BOW ®, o 'Bourbon Orca ", foi entregue a Bourbon Offshore Noruega. Os benefícios da forma de arco foram documentadas e incluem, entre outras coisas, menor consumo de combustível e emissões reduzidas, mais conforto e mais seguras operações de trabalho. Ulstein X-BOW ® é um produto patenteado.
Nota: Para quem estiver interessado em wallpapers, ringtones e vídeos visite- UlsteinLab

6 comentários:

DavidB disse...

Sr Manuel o Astillero Barreras de Vigo onde o Armas manda fazer os Ferrys tem um contrato para fazer 4 Navios sísmico com esse design XBow

Pelo menos um esta feito o WG Columbus

veja um projecto noruegues para um Navio Porta Contentores com este design

http://funkoffizier.files.wordpress.com/2008/09/ulstein.jpg?w=439&h=278

Manuel disse...

Boas Amigo Davidb, eu já fiz um post sobre este porta-contentores, ando à procura de um design de um ferry, mas acho que fiz confusão pois não encontro.
Abraço,
Manuel

Onofre disse...

Prezado Manuel,

Estou a procura de um planta de um dos ulteins x-bow. Até o momento só tenho encontrado fotos. O que gostaria de conseguir é uma planta mesmo que seja básica da estrutura do ulstein x-bow.
Sabes como conseguir???

Abraço.

Manuel disse...

Boas Onofre, nunca vi uma planta, mas já enviei um mail à Ulstein e eles responderam, acho que poderias fazer o mesmo, como dizes ser uma coisa básica.
Abraço,
Manuel

Onofre disse...

Obrigado por responder Manuel.
Também ja enviei um mail para eles e estou no aguardo.
Em todo caso, se alguem do blog ou algum seguidor, tiver uma planta eu agradeço.

Abraço.
Onofre

Manuel disse...

Boas Onofre, eu é que tenho que te agradecer pela visita e comentario, tenho pena de não te poder ajudar mais, mas pode ser que aqui apareça alguem e te ajude ou então tenhas uma resposta da Ulstein, que quase aposto que vais ter.
Abraço e volta sempre,
Manuel